Virei noiva e agora? Parte 2 – Casar na Igreja

Publicou em 8 de fevereiro de 2017 · em Blog

Olá noivinhas, vamos continuar nossa conversa sobre a sua jornada dos sonhos? Aquela que vai te levar a viver um dos dias mais felizes da sua vida? Então vamos lá.

Só para relembrar, no 1º post da série “Virei Noiva e agora?”, você viu que:

  • A primeira coisa que você deve fazer ao ser pedida em casamento é: manter a calma
  • Depois você deve sentar com seu noivo e decidir: o estilo do casamento e o orçamento que vocês vão ter.
  • Nesta etapa você já deve contratar uma assessoria de casamentos.

Primeira medidas relembradas, agora é a hora de falar sobre a cerimônia. E porque vamos começar por ela? Porque dependendo de suas escolhas, estas definições precisam ser feitas com muito tempo de antecedência.

0012 (1)

Lá na definição do estilo do seu casamento, já deve ter ficado claro pra você se o seu casamento vai ou não ser na igreja. Se ainda não ficou, isso é uma decisão muito importante. Porque o casamento na igreja, além de muito lindo e emocionante, envolve diversos fatores que dividem o seu grande dia em duas etapas.

Mas vamos trabalhar aqui com as possibilidades. Casamento na igreja decidido, você deve levar várias coisas em conta:

1 – Igreja famosa – quer casar na catedral do centro da cidade, ou naquela igrejinha linda de bairro, é muito importante já reservar a data. Algumas igrejas são tão concorridas que é preciso reservar com 1 ano de antecedência.

2 – Tamanho da Igreja – O número de convidados deve combinar com o tamanho da igreja. O ideal é que a igreja tenha lugar para todos, com poucas pessoas de pé. Escolher uma igreja muito grande pode fazer a noiva entrar com muitos lugares vazios, o que dá uma impressão de que os convidados não vieram a cerimônia.

!cid_880036CC-126B-4B27-BA31-9B134B7ACB8B

3 – Igreja aqui e salão lá – uma das coisas que você deve levar em consideração é o tempo que seus convidados vão levar para se deslocar de uma igreja até o salão onde acontecerá a recepção. Você não vai querer que eles peguem trânsito ou se atrasem e cheguem depois de você na festa, então procure igrejas mais centrais, ou com salões próximos. Caso você não abra mão de certa igreja, já comece a trabalhar que talvez o salão mais próximo não seja o dos seus sonhos, e veja o que vai pesar mais no seu coração.

4 – Igreja climatizada – quem casa no verão não quer ver seus convidados suando ou com a maquiagem escorrendo, ou se abanando e não conseguindo prestar atenção na cerimônia. Então procure opções de igrejas com ar condicionado, hoje em dia várias já possuem. Caso a igreja que encantou vocês não tenha, você pode oferecer leques, e seria elegante informar aos seus convidados que a igreja não possui climatização.

5 – O seu estilo – é importante frequentar a igreja antes, ver se vocês se identificam com o padre, e principalmente, se você quer muitas coisas a mais em sua cerimônia, informar-se antes se a igreja permite ou não. Isso vale desde jogar pétalas de flores até a escolha de músicas. Além disso muitas igrejas só permitem que alguns profissionais trabalhem lá dentro, veja se essa lista vale pra você!

Outros fatores que podem pesar na hora de escolher uma igreja:

  • Estacionamento
  • Multa por atraso ou cancelamento da data
  • Horário da cerimônia

Cerutti_J&A0582

Se o seu sonho sempre foi casar na igreja, não desista dele, a assessora de casamentos vai te ajudar em todo este processo e ajudar a escolher a melhor para o seu dia.

Mas e se eu não quero casar na igreja? Então esse é o tema do nosso próximo assunto, vamos falar sobre cerimônia dentro do salão e ao ar livre!